22 set

Imóveis subiram 0,60%, em média, em julho, diz FipeZap

Já em 12 meses, a variação acumulada, de 10,4%, é a menor desde 2011.

O índice mensal revela que, nos primeiros sete meses do ano, o preço do metro quadrado do imóvel pronto, a maioria usado, subiu em média 4,11%, para uma inflação esperada de 3,9%, segundo o boletim Focus, do Banco Central.

No entanto, em sete das 16 cidades pesquisadas, houve queda real de preços. Em São Caetano do Sul, a alta acompanhou a inflação.

“Não podemos olhar apenas o ‘mês a mês’, pois é preciso considerar questões pontuais e mesmo sazonais do mercado imobiliário. Junho e julho foram meses bem atípicos”, diz o coordenador do Índice FipeZap, Eduardo Zylberstajn. “O importante é olhar um prazo mais longo, no qual temos visto uma tendência de estabilidade”, diz ele.